Pra repartir

Eu sou realmente do contra, quando se trata de seguir a corrente dos best sellers. Se eu li um best seller foi logo que ele foi lançado – e obviamente antes de se tornar um – ou muito tempo depois que ele saiu da lista dos mais vendidos. Basta todo mundo indidcar, todo mundo dizer que leu, pra que eu não deseje. E dependendo de quem indicar, é aí que não leio mesmo.

E assim foi com A Cabana, livro que me foi indicado por 1488 pessoas diferentes, e que não me despertou qualquer desejo de ler. Até que numa ida ao xops com Karol e Felipe, enquanto procurávamos Por que você não quer mais ir à igreja?, nas Americanas, resolvemos comprar em conjunto, isto é, dividimos o custo e nos revezamos na leitura. Karol começou pelA Cabana e eu pela falta de vontade de ir à igreja e depois trocamos. Felipe está estudando pra concurso e ainda não leu nenhum...

Os dois livros são de fácil leitura e daqueles que a gente lê de uma vez. Ainda não terminei A Cabana, mas estou gostando mais do que o primeiro, embora os dois tenham me feito pensar muito no meu relacionamento com Deus. Como estou lendo muito sobre representações sociais e imagens, esse livro veio bem na hora, ao tratar da imagem de Deus, de Jesus e do Espírito Santo.

Não vou entrar em detalhes, só queria dizer que está me fazendo muito bem. E eu queria repartir com vocês. ;

Bel, no blog Liberado: Quer ler? Eu deixo!

5 comentários:

Júnior disse...

Realmente e um livro que faz pensar muito no tipo de vida que levemos com jesus e a religião, ganhei este livro e confesso que comecei a ler pelo fato de ter ganho, mais a cada folha lida o meu coração fica alegre e triste ao mesmo tempo. Explico alegre por esta lendo um livro tão profundo e triste porque via a minha vida toda nele.

Meire Fernandes disse...

Achei bem legal sua fala: "basta alguém indicar para que eu não o leia"....
Tb sou bem assim...
A Cabana, fiz a opção por não ler. Td mundo diz que é isso, aquilo, blablabla....já que não me acrescentaria nada de novo, optei por não perder meu tempo!
Indico um pra vc: Salvos da Perfeição, de Elienai Cabral Junior, pastor da Igreja Betesda Tatuapé, onde participo!
Vale a pena!

Bjs
Meire

Murilo disse...

Meire, eu duvido que A Cabana não carescente nada de novo...acho que vale a pena conferir, a não ser que não goste de ler. Mas conheço quem não gosta e leu em 3 dias...Eu adorei os dois livros. Já enxergava tudo isso e faz tempo. Fiquei feliz por ver que estão ajudando os cristãos a abrirem seus olhos!

Gilson disse...

O comércio está de vento em popa enquanto o amor ao próximo,quase naufraga...

Só Jesus para nos salvar.

Vou para a Bíblia Sagrada,mas se quiserem ir para a banca de livros,nos despedimos aqui.

Bye,

Paz.

vini disse...

Gilson,
Deixe de ignorância.
Tudo bem se você considera a Bíblia como um livro sagrado e que lhe traga salvação, mas nem por isso você tem o direito de se desfazer dos outros livros.
Ler a bíblia pode lhe trazer muitos benefícios, porém não lhe trará o conhecimento de outras coisas a não ser de assuntos referentes a ela.

Não acho ruim ler a bíblia, muito pelo contrário, mas acho que não podemos ficar presos a um único livro, temos que desfrutar dos prazeres da leitura. Ler é muito bom. Nos transformamos a cada livro que lemos, pois estamos constantemente mudando de opiniões e agregando maior conhecimento.
Se você prefere se abitolar somente à bíblia sinto pena de você.
Mas não se preocupe.
Estarei orando por você! Quem sabe assim Deus possa lhe abrir os olhos!

Shalom